peixe gota

Peixe gota, alimentação, habitat, curiosidades e mais!

Que o peixe gota, Psychrolutes marcidus, está na lista dos animais mais exóticos que existem talvez você já saiba. Mas, você sabe quais são os principais hábitos e comportamentos deste que é um dos peixes mais interessantes dos mares? 

Também chamado de peixe bolha, esse animal tem uma aparência diferente da que estamos habituados porque vive no fundo dos oceanos. Mais especificamente, em águas profundas da Costa da Tasmânia e da Austrália, há uma profundidade de 600 a 1200 metros.

E o fundo do mar tem características bem diferentes daquelas na superfície. Por exemplo, a pressão é muito elevada e não há presença da luz solar. Logo, os animais que vivem nessas profundezas, como o peixe gota, precisam se adaptar.

Ficou curioso para saber mais sobre como vive esse peixe? Então, continue lendo, tire suas dúvidas e divirta-se com a leitura!

Hoje vamos falar de um animal bem especial que foi eleito o mais feio do mundo.

Por incrível que pareça esse animal mais feio do mundo é um peixe. Han? Como assim? Sim gente, é um peixe o animal mais feio do mundo. O peixe gota!

Como o peixe gota consegue viver nas profundezas do oceano?

O peixe gota é conhecido por seu nome científico Psychrolutes marcidus ou simplesmente Blobfish! Esse é um peixe feio e curioso que habita as águas profundas da Austrália e também da Tasmânia, muito raro de ser visto por seres humanos. Eles não vêm à superfície, e suportam a pressão das águas geladas ficando a muitos metros de profundidade.

O peixe bolha tem uma incrível capacidade de suportar a pressão nas profundezas do mar. Isso acontece justamente porque o seu corpo gelatinoso evoluiu para viver nesse ambiente.

O peixe gota tem a capacidade de suportar as altas pressões do fundo do mar porque seu corpo é uma massa gelatinosa com densidade bem menor do que a água. Conferindo a este animal curioso, a capacidade de flutuar ao nadar, sem gasto de energia.

A sua aparência estranha se deve a ausência de músculos. Mas, devido a isso, o peixe bolha consegue flutuar na água do oceano, já que a sua densidade é menor do que a da água. Com isso, o peixe gasta uma quantidade muito pequena de energia.

Além disso, a aparência rosada do animal se deve ao fato de que ele nunca ou quase nunca se expõe ao solar. E dizemos quase nunca, porque embora seja raro esse animal subir à superfície, não é impossível.

De qualquer forma, o peixe bolha raramente é visto por algum ser humano, já que prefere a escuridão das águas geladas que habita.

E o que o peixe gota come para sobreviver em seu habitat?

O fundo do mar é um dos lugares mais hostis para qualquer ser vivo sobreviver no planeta Terra. Logo, as formas de vida que vai se desenvolve são bem exóticas justamente porque tem um processo de evolução diferenciado.

Afinal, elas precisam se adaptar de alguma forma às condições austeras do seu habitat. O que inclui a pouca variedade de alimentos à disposição das criaturas que vivem nessa profundidade.

E na hora de segmentar o peixe bolha usa a sua habilidade de flutuar na água para se alimentar de tudo o que encontra no caminho. O processo é muito simples, ele simplesmente abre a sua boca e engole o que aparece enquanto flutua.

Dessa forma, a sua alimentação inclui principalmente dois tipos de invertebrados:

  • O crustáceo Pennatulacea;
  • Siris.

Outros componentes da sua dieta incluem matéria orgânica e algas marinhas. No entanto, se alguma outra coisa que o peixe bolha consiga engolir aparecer em seu caminho, ele também vai ingerir.

Como afirmamos acima, sua alimentação principal é composta por siris e um curioso crustáceo chamado Pennatulacea, que também reside nas profundezas do oceano, além de algas e matéria orgânica.

Um animal com olhos gelatinosos e grandes

Os animais que habitam as profundezas em que o peixe gota, vive não costumam possuir sistema de visão como os animais da superfície. Afinal, não existe praticamente nenhuma luz para enxergar lá embaixo.

Esse é exatamente o caso do peixe bolha, contudo, isso não significa que ele não tenha olhos. Na verdade, ele possui sim dois grandes olhos, que são também gelatinosos e permitem que o peixe enxergue muito bem em seu habitat.

Além disso, as suas barbatanas são bem estreitas. O que não atrapalha em nada a locomoção do animal, que se movimenta bem flutuando na água.

Ele senta sobre seus ovos até eclodirem

O peixe gota é ovíparo, depositando seus ovos no fundo do mar e senta sobre eles, não saindo por nada de lá, até eclodirem todos os ovinhos com seus filhotinhos!

Durante esse período ele somente se alimenta pelo o que passa na frente dele, como não pode sair de cima dos ovinhos, durante a incubação também não pode caçar!

Possui falta de músculos, pelo corpo gelatinoso, mas isso não lhe confere nenhuma desvantagem já que ingere matéria comestível que flutua na sua frente!

Essa é sem dúvida uma das curiosidades mais interessantes sobre o peixe-gota. Porque, ele simplesmente senta-se sobre seus ovos até que os novos peixinhos venham ao mundo.

E durante todo o tempo em que o peixe boas permanece sentado sobre seus ovos, o seu comportamento é muito passivo. Já que a sua prioridade é garantir que os seus filhotes nasçam.

Outro fator interessante sobre a reprodução do peixe bolha é que ela é capaz de colocar aproximadamente 80 mil ovos. No entanto, estima-se que apenas 2% peixes que podem desses ovos cheguem a sua fase adulta.

O peixe gota é um animal que corre risco de extinção

Apesar de ser pouco encontrado pelos humanos, está em risco de extinção devido à pesca predatória com redes de arrasto! Essa modalidade de pesca, como o próprio nome sugere, carrega tudo o que encontra pelo caminho.  Inclusive leva organismos que vivem no fundo do mar, como corais e o próprio peixe gota.

Mesmo nas águas profundas onde vivem, o peixe bolha não extrai vida à pesca predatória. Infelizmente, a pesca com rede de arrasto colocou esse peixe na lista de animais ameaçados de extinção.

O peixe bolha não é o alvo dos pescadores, já que a carne não é utilizada para alimentação. Portanto, ele não possui nenhum valor econômico no mercado. Mas, acaba sendo fisgado junto com outros peixes.

Na prática, quando um peixe bolha é pescado dessa forma ele é descartado junto com outras espécies que não são interessantes para venda. Contudo, muito raramente o animal é devolvido ao mar.

Concluindo 

O peixe gota é sem dúvida um dos animais mais interessantes que existem. Afinal, desde sua aparência até sua forma de alimentação, essa é uma espécie bem diferente daquelas às quais estamos acostumados.

Num concurso de feiúra feito pela Ugly Animal Preservation Society (Sociedade de Preservação de Animais Feios), o peixe gota foi eleito em 2003 como o animal mais feio do mundo. Desde então ocupa tal cargo!

Isso contribui para despertar o interesse em conhecer e preservar essa espécie para que ela não desapareça!

Espero que você tenha gostado do artigo de hoje. Ficou com alguma dúvida? Quer conhecer outros animais mais de perto aqui no blog? Comente!

Escrito por Caroline Barreto em 26 de novembro de 2013 e revisado em 16/08/2022, por redatores do blog Eu Amo Meus Animais.

3 comments

    1. Sim, realmente o peixe gota é lindo, embora a maioria das pessoas o achem feio.

      Fazer o que né, infelizmente não é possível agradar a todos. Ao menos o peixe gota agrada a todos os que amam animais!

Comments are closed.