Urso Panda: o carisma à beira da extinção


Urso Panda

O urso panda ou panda gigante, cujo nome científico é Ailuropoda melanoleuca, é um mamífero extremamente dócil, pertencente à Família Ursidae e endêmico da China, ou seja, só existe nesta região do planeta. Apesar de ser carnívoro, a alimentação dos pandas é composta por plantas em sua maioria, principalmente o bambu. Mede 1,50m de comprimento e pesa até 160kg quando adulto. Já o filhote, minúsculo e indefeso, nasce com poucos centímetros de comprimento e pesando apenas 2kg.

Alimentação do Urso Panda

O urso panda consome, em média, de 9 a 14kg de bambu por dia, mas, devido à pouca absorção de nutrientes, característica de seu sistema digestivo ineficiente, ele precisa passar a maior parte do dia comendo e se exercitando pouco. Por isso, muitas pessoas associam a figura do urso panda à preguiça e à tranquilidade. Interessante notar que, mesmo possuindo um organismo desenvolvido para a caça, o urso panda restringe seus hábitos alimentares a comer vegetais. Quando buscam outros animais, preferem os de pequeno porte como peixes e roedores, não representando uma ameaça aos seres humanos.

Como Vivem os Ursos Pandas

urso panda

Os pandas são animais solitários e isso reflete na continuidade da espécie. Cada adulto tem um território definido e as fêmeas não são tolerantes com outras fêmeas em seu território. Na primavera, época da reprodução, os machos disputam as fêmeas férteis. O período de gestação é de 135 dias, tendo um ou dois filhotes. A mãe, por sua vez, opta por criar apenas um único descendente , levando o outro à morte, justificando a raridade da espécie.


Além disso, como fazem do bambu a principal fonte de seus nutrientes, os ursos pandas habitam áreas restritas do globo. Não obstante, o ciclo de reprodução do bambu envolve um processo lento, sendo difícil encontrar grandes espaços ocupados por bambuzais. Com a intervenção do homem, a destruição das matas por interesses financeiros interfere na sobrevivência do urso panda, colocando-o em sério risco de extinção. É por isso que novas políticas estão sendo colocadas em prática para criação de áreas de preservação do bambu, bem como a inserção de ursos pandas em zoológicos, facilitando não só a sua alimentação, mas também sua reprodução visando a reinserção de novos indivíduos na natureza. Atualmente menos de 2 mil pandas vivem livres nas montanhas chinesas.

Reprodução do Urso Panda

A comunicação do urso panda se dá através de vocalizações. Na temporada de acasalamento a comunicação sonora é fundamental para que um indivíduo localize o outro e inicie o processo reprodutivo. As fêmeas de panda só ficam férteis durante dois ou três dias por ano, por isso a mudança na vocalização é fundamental para a perpetuação da espécie ameaçada de extinção.

Características Físicas do Urso Panda

A pelagem preta e oblíqua ao redor dos olhos, que lhes dá um ‘ar desamparado’, além de seu andar desengonçado, que lhes dá uma aparência infantil e inofensiva, conquista a simpatia de todos. E, de fato, eles são dóceis e tímidos.

Panda na Televisão

Nos últimos anos, o urso panda ficou conhecido através da série de filmes “Kung Fu Panda”. Em 2005 ocorreu um fenômeno que ficou conhecido como “Baby Boom”, quando 25 filhotes nascidos em zoológicos e centros de reprodução sobreviveram, enquanto em 2004, foram apenas 9 os sobreviventes.

urso panda

Confira nos vídeos abaixo um pouco mais sobre os pandas!

Filhotes brincando em Centro de Pesquisa Chinês:

Documentário “Pandas Gigantes – O Último Refúgio”

http://www.youtube.com/watch?v=N8UTnzNY7cI

Gostou desse artigo? Deixe aqui o seu comentário!

Escrito por Felipe Jacinto


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(5 votos, média: 4,80 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...

2 pensamentos em “Urso Panda: o carisma à beira da extinção”

  1. É triste saber que fazemos parte da uma raça que destrói tudo!!! Parabéns a todos os Biólogos e Veterinários e às pessoas que fazem do mundo um lugar melhor para esses magníficos animais viverem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *