Surucucu – Tudo Sobre a Pico de Jaca e a Do Pantanal

Surucucu

A cobra surucucu (Lachesis muta), que também é conhecida como surucucu-pico-de-jaca, surucutinga, surucucutinga, surucucu-de-fogo, é a maior serpente peçonhenta da América do Sul, podendo chegar até 3,5 metros e com uma peçonha capaz de matar um ser humano.

Características

Ela se alimenta principalmente à noite, o seu cardápio é composto por pequenos animais, como roedores de pequeno porte. A serpente surucucu mata o animal por meio de suas presas, que chegam a medir 3 centímetros, e injeta seu veneno no animal, causando uma morte rápida.

Apesar de ser a mais venenosa da América do Sul, não ocorrem muitos acidentes com a surucucu, apenas 2% dos acidentes com serpentes peçonhentas que o ocorrem no Brasil, é com essa cobra. O seu veneno causa sangramento, dor, diarreia, bolhas, hipotensão, e necrose.

Habitat

A surucucu ocorre no norte do Brasil, principalmente na Amazônia. Porém, há registros dela em algumas áreas isoladas da mata atlântica no nordeste. Ela vive em florestas densas e têm hábitos noturnos, sendo considerada a dona da noite entre as serpentes.

Reprodução

A época de reprodução é entre outubro e março. A fêmea não dá á luz a cobras 100% desenvolvidas, o filhote de surucucu se desenvolve dentro do ovo. O período de incubação (em cativeiro) é de 76 a 79 dias. Os ovos precisam ser chocados, e podem dar cerca de 7 a 15 filhotes.

Surucucu Pico de Jaca

 

surucucu-pico-de-jaca

 

Surucucu-do-pantanal ou Surucucu do Brejo

Apesar da semelhança do nome, a surucucu-do-pantanal (Hidrodynastes Gigas) não é peçonhenta como a surucucu-pico-jaca (Lachesis muta). Mas, costuma ser uma serpente muito agressiva, dando assim origem a seu nome popular de surucucu, como o de sua parente peçonhenta. Em razão do seu comportamento e porte, em alguns lugares do Brasil é chamada de boipevaçu ( boipeva significa “cobra chata” e açu significa “grande”).

Ela pode chegar aos 2,5 metros e viver até 20 anos. Em sua reprodução tem em média 30 ovos por postura (variando de acordo como o tamanho do animal) e os filhotes nascem com cerca de 20 centímetros já independentes de qualquer cuidado materno.

Surucucu do Pantanal

A surucucu-do-pantanal costuma viver perto de rios, por isso também é chamada de falsa cobra d’água. Têm hábitos diurnos e passa uma boa parte do tempo nadando e explorando o seu habitat, sendo uma serpente muito ativa.

Ela se alimenta de diversos animais, como: roedores, anfíbios e peixes. Mas por passar uma boa parte do tempo dentro ou perto da água, os principais são as anfíbios como rãs e sapos, e outros animais que vivam na água como os peixes.

Curiosidades

  • A cobra usa a ponta da cauda para cutucar rãs escondidas dentro d’água, assim quando saltam, são capturadas e engolidas.
  • A surucucu do brejo é chama de boipevaçu em alguns lugares pelo seu significado: “cobra grande achatada”.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(1 votos, média: 5,00 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...

Reply