As Orcas são Baleias Assassinas ou animal dócil de parque aquático?

Quem nunca ficou deslumbrado com os shows do Sea World? O Sea World é um enorme parque aquático, localizado nos Estados Unidos, em Orlando, Califórnia e Disney World. Ele apresenta atrações com golfinhos, orcas -as baleias assassinas, focas, tubarões, arraias…enfim o mundo marinho reside lá!

Todos os dias tem shows com as famosas Baleias Assassinas, as Orcas, atraindo público de todas as idades e do mundo todo. A Orca mais famosa do Sea World é a Shamu. Se procurar no Google é capaz de achar um link, das câmeras do tanque da Shamu e vê em tempo real no próprio Sea World.
As Orcas do Sea World são mansas, treinadas, adestradas, amigáveis, não vivem na natureza e não são consideradas selvagens! Alias só tivemos dois casos de acidente com morte e se tratando de uma mesma Orca do parque! Em meio disso vou falar desses animais magníficos e levantar questões sociais sobre animais selvagens mantidos em cativeiro!

Orca- Nome cientifico Orcinus orca

As Orcas são da família dos golfinhos, é a maior da espécie e é um mamífero! Elas vivem nos oceanos, são predadoras por natureza, de uma agilidade e inteligência indiscutível. As Orcas se comunicam através do sonar, emitindo sons de alcance de ate 3 km, têm uma visão apuradíssima e são capazes de perceber uma presa a quilômetros de distância. As Orcas são caçadoras, arquitetando em bando ataques precisos e potentes.
Sua principal alimentação concentra-se em focas, leões marinhos, peixes de grande porte, tartarugas marinhas e afins. Mas seu prato principal são as focas que residem nas costas marinhas e nas praias.
Vivem em grandes bandos compostos por mais de 20 membros da família. As Orcas tem peso médio de um adulto podendo chegar a 9 toneladas! É  a única espécie de golfinho que caça outros cetáceos! Uma Orca muito famosa foi a baleia Keiko do famoso filme Free Willy! Após muitos protestos Keiko foi libertada de volta nas águas islandesas em 1991, onde morreu em 2003 por pneumonia.

Nunca houve um único ataque de Orcas selvagens a seres humanos, registrado no mundo. Em liberdade também são muito dóceis com humanos e jamais os perseguiram. Em cativeiro já tivemos acidentes. Mesmo não atacando o homem são atacadas constantemente por barcos pesqueiros, do Japão, Noruega e outros com a desculpa de se defenderem e  de que elas roubam os peixes dos barcos.

Foto de Orca fora d'água

A gestação de uma Orca leva de 11 a 12 meses, as vezes chegando a 15 meses. Só nasce um único filhote por vez. Em casos raros já foi demonstrado o nascimento de dois filhotes, onde um nasceu morto.
Os filhotes ficam ao lado da mãe para o resto da vida. Eles formam bandos em número enorme de indivíduos sem a necessidade de afastamento de nenhum membro do grupo!

Tem um perfil assassino peculiar e curioso quanto ao método de caça e de apreensão das presas. As Orcas brincam com seus alimentos, fazendo da hora da refeição uma grande brincadeira com alto requinte de crueldade. Jogam focas e outros animais ao alto, de um lado para o outro a fim de cansarem, esgotarem as forças da presa. Também se unem e encurralam a fim de que não possam respirar e morram sufocados sem ar. Sempre que vão caçar, vão em bandos o que torna o grupo uma vantagem avassaladora!
Embora dócil com humanos, apreciam brincadeiras tornando muito cruel a morte de suas presas.

Em cativeiro aprendem os truques com facilidade e sua inteligência é incrível. São amáveis, dóceis, brincalhonas, mas continuam sendo selvagens.
Grupos de ativistas e proteção animal tentam boicotar o Sea World e outros parques aquáticos a anos, mas sem sucesso. Em cativeiro reparou se que as barbatanas dos machos curvam se sem muitas explicações dos motivos. Na natureza isso nunca aconteceu!

Realmente não sabemos até onde fazemos mal mantendo animais tão grandes em cativeiro. Não sabemos a realidade do impacto que causamos na vida e no psicológico desses animais. Será que essa exploração, realmente é um caso a ser repensado? Será bom manter em cativeiro e explorar esses animais, restringir o quanto comem e o quanto podem ou não se locomover?
Não podemos dizer, mas podemos torcer para que essas respostas algum dia venham à tona!



Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(Nenhum voto ainda. Dê o primeiro voto!)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...