Tudo sobre Golfinho e suas principais características


Golfinhos são animais sociais que vivem em grupos que podem possuir centenas de indivíduos e em regiões costeiras é possível ver até 500 golfinhos juntos. Entre o grupo são estabelecidas relações bem próximas, eles se comunicam através de sons como estalos e assobios. Isso ajuda a indicar sua posição para os demais, todos os golfinhos do grupo colaboram na busca por alimento. Os golfinhos são muito brincalhões, ágeis e adoram fazer acrobacias.

Os golfinhos vivem nos oceanos e mares de todo o mundo, perto ou longe dos continentes. No Brasil, podem ser vistos ao longo de todo o litoral, do Nordeste ao Rio Grande do Sul.  O revestimento do corpo do golfinho é uma camada grossa de gordura que os mantêm aquecidos. Sua expectativa média de vida é de 20 a 35 anos.

Você sabia que golfinho não é peixe?

Isso mesmo, o golfinho é mamífero aquático assim como as baleias.  Diferentes dos peixes que possuem um sistema de respiração imersa, os golfinhos possuem respiração pulmonar. Então, para respirar, eles precisam subir regularmente até a superfície em busca de oxigênio do ar.


Os golfinhos respiram através de um orifício respiratório localizado acima da cabeça, que é por onde eles expelem o ar e pegam fôlego para mergulhar. Os golfinhos podem mergulhar por até 8 minutos, alcançando  a profundidade de 300 metros. Ao contrário dos humanos os golfinhos não respiram automaticamente, eles precisam ”se lembrar de respirar” e têm que fazer isso de forma consciente.  Os golfinhos passam a vida inteira dentro da água, nela eles comem, dormem, acasalam-se, dão à luz aos filhotes e amamentam. Já outros mamíferos aquáticos como as focas e o leão marinho podem viver tanto na água como na terra.

Golfinhos dormem  com metade do cérebro de cada vez!

Agora que já sabemos como os golfinhos respiram,  vejamos como funciona o sono de um golfinho. O cérebro dos mamíferos precisa ficar inconsciente com certa regularidade pra funcionar perfeitamente. Por isso, o sono é tão importante para nós humanos, no caso dos golfinhos não é diferente, mas esse sono acontece de uma maneira distinta. Já sabemos que o golfinho precisa estar consciente para respirar visto que ele não faz isso automaticamente. Então na hora de dormir eles revesam o estado de consciência, alternando os hemisférios cerebrais. Isso significa que uma parte do cérebro do golfinho sempre vai estar acordada captando oxigênio da atmosfera. Por isso eles sempre dormem perto da superfície dos oceanos.

Golfinho – Alimentação

Os golfinhos se alimentam de peixes e lulas, seus dentes são pontiagudos. Em vez que mastigar eles tem a função de capturar a presa, visto que as lulas e peixes são animais escorregadios. Os golfinhos então, engolem o alimento e todo o processo digestório acontece no estômago.

Ecolocalização dos Golfinhos

Para encontrar a presa na água os golfinhos utilizam  o  incrível sentido da ecolocalização, que é a capacidade de detectar objetos ou obstáculos através de ondas ultra-sônicas. Os golfinhos produzem sons peculiares em forma de clicks e analisam o tempo gasto para que esse som chegue à presa e seja refletido voltando em  forma de eco.

Golfinho morre afogado?

Sim! Vimos que os golfinhos são mamíferos e, portanto eles  possuem pulmões e precisam subir até a superfície em busca de oxigênio. Então se por algum motivo os golfinhos não conseguirem subir para respirar eles acabam morrendo afogados.  Na maioria das vezes isso acontece porque eles ficam presos em redes de pesca ou por alguma doença que o impeça de  subir pra respirar. O grau de afogamento de um golfinho,  como de outros animais marinhos com respiração pulmonar, é bem parecido com o de um humanos, vai depender muito de  quanta água se aspira e por quanto tempo.

Em Julho de 2010 um golfinho fêmea de nome Sininho, foi vítima de afogamento em Ilha Bela/SP, por ter ficado enroscado em redes de pesca abandonadas. Mesmo com os cuidados de toda equipe do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM Reviva), no Guarujá, o golfinho acabou morrendo.

O que você pode fazer:

Se você ama os animais, abaixo estão 6 dicas simples, que você pode fazer para ajudar surpreendentes animais:

1- Aprenda a amar, respeitar e cuidar de todos os animais, não só os golfinhos.

2- Aprenda que cada animal tem o seu lugar e uma função na natureza.

3- Se surpreenda com coisas maravilhosas que essas criaturas podem nos ensinar.

4- Lembre-se que o melhor lugar para animais selvagem como golfinhos, ursos, tigres viverem é o seu próprio ambiente natural, não em zoológicos e piscinas.

5- Não jogue lixo em rios, mares e no chão, afinal você não gostaria que as pessoas jogassem lixo na sua casa, comece a fazer o trabalho de reciclagem e evite desperdício.

6- Filie-se a associações de proteção aos animais e conservação do meio ambiente. Com certeza você se sentirá mais útil e feliz. E não se esqueça que todos  os animais agradecem sua colaboração!

Você também se surpreendeu com os golfinhos?  Deixe um comentário nos contando o que você mais gostou de saber!


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(156 votos, média: 4,22 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...

9 pensamentos em “Tudo sobre Golfinho e suas principais características”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *